Roberto Azevedo

Consórcio Zürich vence leilão e administrará o Aeroporto de Florianópolis


Investimento no Aeroporto Hercílio Luz chegará a quase R$ 1 bilhão. FOTO: INFRAERO

O consórcio Zürich, liderado pela empresa suíça Flughafen Zürich AG (Aeroporto Zurique), venceu o leilão e terá concessão do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, de Florianópolis, pelos próximos 30 anos. O lance mínimo era de R$ 52,7 milhões e a empresa apresentou uma proposta vitoriosa R$ 83,3 milhões, vencendo a disputa no evento realizado na Bolsa de Valores de São Paulo, na manhã desta quinta-feira, que tinha duas propostas de grupos internacionais para o aeroporto catarinense. As empresas nacionais, muito em função dos problemas com a Operação Lava Jato, desistiram de participar do leilão.

A empresa suíça já participa do consórcio que administra o Terminal do Aeroporto Internacional de Tancredo Neves, Confins, em Belo Horizonte - em sociedade com o Grupo CCR (constituído pelas construtoras Camargo Correa e Andrade Gutierrez, que têm 75% de participação no consórcio), pelas operadoras Flughafen München (Aeroporto Munique da Alemanha, 1% de participação) e Flughafen Zürich AG (24%) e pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero, que tem 49% de participação). O desafio de quem ganhou a concessão do governo federal será viabilizar, nos próximos seis meses, a obra do novo Terminal do Aeroporto Hercílio Luz e demais melhorias na estrutura, um investimento avaliado em pouco menos de R$ 1 bilhão. Aí, valerá a força política, que muda do patamar governamental e entra no mundo empresarial. Pressão é arma do jogo.



Receba Novidades da
Making Of por email! Cadastrar email