Multimídia

Quem está reduzindo o localismo: RBS ou NC?


Diante de cortes de programação e equipe conforme noticiado aqui,  a pergunta é: quem está diminuindo a programação local de TV, a RBS ou o Grupo NC? A resposta sugere que no momento, os dois, porque nem uma saiu do negócio ainda – afinal o logo ainda está na tela - nem a outra entrou totalmente. Quem toca são os mesmos profissionais que estavam na RBS, com parte editorial ainda conectada com Porto Alegre.

Há um hiato:  o que vem ocorrendo em todas as áreas em Santa Catarina reproduz o modelo gaúcho, onde o noticiário gerado da capital é maior do que o local. O formato da RBS, que era valorizar as chamadas “praças” ( unidades do interior ) atinge no momento menor relevância em muitos anos.

É o que mostram a lista de demissões das últimas semanas e da redução em 50% do conteúdo local do Jornal do Almoço, como ocorre no Sul, onde é bem aceito pelos gaúchos .

  • Sai logo

As emissoras regionais da RBS receberam orientação para retirar o logo do grupo RBS de todos os prédios. Na SC 401, em Florianópolis, abaixo da marquise onde estava o lettering Diário Catarinense, agora há uma faixa de empresa de tecnologia que ocupa as instalações, com a frase em inglês: “Um bom lugar para trabalhar”.

- A informação de bastidor é que a empresa paulista que estuda o logo e o conceito da empresa que vai substituir a RBS já se definiu.

- Com o enxugamento da programação local do concorrente, a RIC passa a ser a TV com maior produção no interior. Resta saber se vai manter como estratégia. Até o momento não há indicativos do contrário. Quando o RBS Notícias virou estadual ela fez o mesmo com o noticiário noturno. O Jornal do Meio-Dia é o âncora da programação local da RIC, mas em Florianópolis se tornou Balanço Geral desde o fim do ano passado, popularizado, com mais tempo e querendo mais audiência. 

- Discretamente o programa Cesar Souza saiu da grade da RIC. O apresentador deixou uma secretaria de Estado e voltou a ser deputado em Brasília. Já o filho saiu da prefeitura para a secretaria que o pai ocupava. Será que o programa tem chance de voltar em algum momento próximo de eleição?

- O multifuncional Rodrigo Amaral Paes saiu do SBT Santa Catarina depois de 18 anos. Foi responsável pelo jornalismo e no momento estava na parte administrativa. A mulher, Marja Nunes, continua apresentando SBT e Você. O canal tenta se rearticular internamente para ter mais peso na comunidade, mas precisa tomar decisões importantes: redefinir a programação do meio-dia para aproveitar melhor os talentos que tem, buscar uma liderança interna com força editorial e optar por uma programação regional mais centrada em Florianópolis.

- Pelo menos um caso já ocorreu de lobby com vistas ao possível edital de verba publicitária do governo do Estado. Ao que se sabe prontamente rechaçado.



Receba Novidades da
Making Of por email! Cadastrar email