Onze Ag - Topo Multimídia

Multimídia

Porque Lauro Jardim investiu na internet


Nas entrevistas que deu à CBN e GNews sobre o furo do ano, o  jornalista Lauro Jardim afirmou que recebeu as primeiras informações sobre o escândalo há três semanas. Ele teve que escolher entre dar uma boa nota, no estilo curto da coluna, ou então esperar mais investigações e publicar o material completo. Escolheu a segunda, a opção mais tensa, pois há qualquer momento outro jornalista poderia acessar o mesmo conteúdo. Ele perdeu o sono até desovar o material terça-feira, 16, final de tarde.

Nesse ponto é justo crer que Lauro já tinha informado os superiores na redação, sobre a bomba que tinha em mãos. O horário escolhido para detonar o processo também foi pensado em conjunto com dois objetivos: dar na frente e via internet, multiplicando a valorização do site. Em outras épocas bem recentes, o jornal seguraria para dar de manchete na edição impressa do dia seguinte. Mas, com a ação de Lauro, está definitivamente rompida a linha que norteou o jornal impresso como desaguadouro dos trabalhos escritos de maior porte. Não é mais, acabando com outra função relevante impressa, pois a notícia não tem horário e não pode esperar até o dia seguinte para ser revelada .

Então houve dois grandes vitoriosos esta semana: Jardim, que veio de 20 anos da Editora Abril para brilhar em O Globo; e a Internet, que a cada momento vai sepultando o valor que um dia o papel teve.

Nesse novo mercado, o que falta neste momento é uma boa revisão daqueles que manejam a verba de clientes: investir em algo que está desparecendo ou colocar mentes criativas a descobrir como ganhar dinheiro na internet, com maior exposição e custos baixos. Os clientes têm o direito de saber o valor e a força da nova mídia. Os leitores já sabem.



Receba Novidades da
Making Of por email! Cadastrar email