Multimídia

NSC, nome que a ex-RBS queria


A primeira fase de marketing do grupo NC acabou ontem, 16, com a revelação que a RBS TV vai se chamar NSC, uma abreviatura de Nossa Santa Catarina, que contém as iniciais dos filhos do novo dono, Carlos Sanchez (N e C). Repetindo em voz alta é uma cacofonia EneEsseCê, mas com o tempo vira costume e em alguns anos, quando citada, muitos não vão lembrar que o nome antigo era melhor.

A sigla disputava com LIG e DNC uma suposta preferência dos “votantes”. Nos bastidores sabe-se que o voto maior veio dos proprietários diante das propostas da empresa paulista encarregada da tarefa de batismo. Surgiu até a ideia de chamar a TV de ENVOLVE. Então, dos males o menor.

Daqui para frente o pessoal do marketing vai ter que se virar para emplacar NSC na mente dos usuários e mais do que isso mostrar que o produto será melhor ou igual do que mostrou até aqui. Há desafios claros diante da redução de pessoal e de custos, entre outros, a recuperação do desempenho jornalístico junto à Globo: Santa Catarina tem andado sumida nos noticiários da rede. 

  • Menos esporte local

Tudo indica que a saída de Suyanne Quevedo da apresentação do Globo Esporte catarinense foi totalmente redução de custos. Outras emissoras, entre elas a RBS RS, mantiveram os três blocos com apresentação local. Aqui, dois blocos passaram a ser apresentados do Rio. Na edição de ontem, 16, os telespectadores foram brindados com Alex Escobar em dose dupla, na ancoragem e na apresentação de um quadro intitulado “cafezinho” no meio do povo. Escobar ri das piadas que conta, mas alguém mais na emissora deve rir também, do contrário seria no máximo repórter setorista da série B do carioca.

  • Ligue na RIC

A RIC aproveitou a ocasião para lançar uma campanha relâmpago com o mote “Ligue na RIC,” uma referência ao LIG que estava na lista dos possíveis nomes da ex-RBS SC. A emissora informa que tem a maior programação regional do Brasil. A Record em várias cidades ameaça a liderança da Globo na programação local, sendo que em Salvador é líder ao meio-dia, com o Balanço Geral. Aqui, o apresentador Raphael Polito entrou em rede para chamar as atrações do programa, um hábito que antes era compartilhada apenas por algumas emissoras. A liderança da NSC é confortável em Florianópolis pelo Ibope.

  • Dá certo

“O Rio Grande que dá Certo” é nome de programa na Band RS desde maio de 2015.

  • Técnica da NSC parada

O pessoal da área técnica da NSC TV está preocupado com possíveis demissões. No final de semana passado, os jogos do Figueirense e do Avaí foram transmitidos por geradoras terceirizadas, enquanto no Morro da Cruz os equipamentos e funcionários estavam ociosos.



Receba Novidades da
Making Of por email! Cadastrar email