Comunicação

Fox News demite âncora mais bem pago dos Estados Unidos após escândalo sexual


O canal Fox News, líder de audiência na TV paga dos Estados Unidos, anunciou nesta quarta-feira (19) a demissão do âncora Bill O’Reilly que foi acusado de assédio sexual. Seu programa, o  The O’Reilly Factor, é primeiro lugar no horário nobre entre os canais de notícias nos Estados Unidos, o elevou o patamar salarial do jornalista a maior no telejornalismo norte-americano totalizando R$ 62 milhões por ano.
 
As acusações de assédio surgiram no começo de abril e afirmavam que o Bill O’Reilly teria assediado colegas de trabalho e até convidadas de seu programa. De acordo com o jornal New York Times, o jornalista chegou a para US$ 13 milhões (R$ 40 milhões) para cinco mulheres não irem a público denunciá-lo pelas investidas sexuais. 
Em comunicado, o Grupo Fox informa que “após uma longa e cuidadosa revisão das alegações, a empresa e Bill O’Reilly entraram em um acordo, e o jornalista não retornará ao canal Fox News". O âncora estava de férias e detalhes da demissão não foram revelados.
 
Com informações do Notícias da TV.


Receba Novidades da
Making Of por email! Cadastrar email