Cine&Séries

Cine & Séries informa: nem todo filme de Natal é chato




Especial Natal & Ano Novo

HO,HO,HO...ADIVINHA QUEM ESTÁ NAS TELAS?

Se não tiver a Simone cantando "Então é Natal" e a TV reprisando "Esqueceram de mim", a gente pensa que não é Natal. É uma espécie de " Feitiço do Tempo", onde as coisas se repetem e se repetem... Mas há muito mais que Macaulay Culkin na safra de filmes que se passa no Natal e no Ano Novo. Não vou mentir que é o meu tema favorito, mas procurando bem a gente encontra algumas boas histórias, comoventes sem ser piegas, e outras bem engraçadas. Então, com as bênçãos do Papai Noel, vamos às sugestões.

A Felicidade não se Compra ( 1946)

Não tem como não começar pelo classicão natalino em preto e branco, dirigido pelo Frank Capra com James Stewart. A história de George Bailey, o homem desesperado que vai pular da ponte quando um anjo , meio torto, aparece para mostrar como seria se ele não houvesse nascido, vem fazendo o público chorar há 70 anos! Aos poucos, George vai percebendo o bem que sua existência fez à mulher com quem casou, aos filhos, aos amigos, a todas as pessoas que ele ajudou.  Esse era o filme favorito do diretor e de James Stewart. E também de muitos críticos e público que o colocam na listas dos melhores já produzidos.

Um Conto de Natal (2008)

Esse filme francês traz a sempre charmosa Catherine Deneuve, interpretando Juno, uma mulher que precisa de doação de medula. A família se reúne no Natal e põe em pratos limpos traumas do passado: a morte de um filho de Juno teve forte impacto sobre os outros dois filhos. Os irmãos nem se falam. São justamente eles que terão que decidir quem será o doador.

Papai Noel às Avessas (2003)

Filme de Natal dá pra rir ? E como ! Nesse, Billy Bob Thorton está impagável como um ladrão que se emprega todo ano como Papai Noel para depois  assaltar o shopping. Seu companheiro de golpe é um anão que se veste de Elfo. Mas desta vez, eles encontram um garoto que muda tudo. A produção é dos prestigiados irmãos Cohen.

A very Murray  Christmas (2015)

Sofia Coppola assina esse média metragem ( 56 minutos) que traz o seu ator de "Encontros e Desencontros", Bill Murray, como mestre de cerimônias de um especial de Natal. Uma forte nevasca deixa a produção e Murray em pânico: os artistas convidados vão conseguir chegar?  Seria como Roberto Carlos, nervoso nos bastidores, sem saber se ia sair o indefectível show de final de ano. Aparecem George Clooney, Miles Cyrus e outros famosos.

Jesus – A História do Nascimento (2006)

Bem, não poderia faltar um filme de Natal em homenagem ao aniversariante. Dirigido por Catherine Hardwick, a história abrange o período em que Maria e José saem de Nazaré rumo a Belém, onde nasceria o menino. O filme é bem acadêmico e não ousa sair do tratamento tradicional dado à história do nascimento daquele que mudaria o mundo. Cruzam pelo caminho deles o rei Herodes, João Batista e os três Reis Magos. Maria é interpretada por Keisha Castle-Hughes, de 16 anos, a garotinha que fez o belo "A Encantadora de Baleias".

------------------------------------------------

O LIVRO QUE VIROU FILME

O EXPRESSO POLAR ( 1985)

Mais de 20 anos depois do seu lançamento, " O Expresso Polar" continua na lista dos livros mais vendidos do New York Times. Às vésperas do Natal, um menino que não acredita mais em Papai Noel ouve um barulho e ao olhar pela janela vê um enorme trem parado. É o Expresso Polar que irá levá-lo até a morada oficial do velhinho de barbas brancas.  A viagem de sonho e fantasia do garoto é lindamente ilustrada por Chris Van Allsburg, um dos mais respeitados autores infantis.

O FILME – O EXPRESSO POLAR ( 2004)

Quem se reuniu para levar o livro às telas foi a  mesma dupla dos já clássicos "Forrest Gump" e "O Náufrago": Tom Hanks e Robert Zemeckis. O filme de animação usou a técnica motion capture, isto é, captou os movimentos de Tom Hanks, que interpreta cinco papéis. Essa mistura de desenho e seres de carne e osso. Hanks  vive o menino que não acredita no espírito natalino, o pai dele, um condutor de locomotiva, um andarilho e o próprio Papai Noel. Alguns personagens você vê no trailer que abre a coluna hoje.  Muito divertida é a participação do vocalista do Aerosmith, Steven Tyler, vestido de Elfo cantando uma música no final do filme.  Não faltam efeitos especiais e uma moral da história bem natalina, claro. Mas a criança que existe na gente curte embarcar nesse Expresso Polar. É bem lindinho.

------------------------------------------------

É COISA NOSSA

O Primeiro Dia (2000)

O filme de Walter Salles e Daniela Thomas foi produzido a convite de uma televisão francesa para  o projeto" 2000 visto por...". A ideia foi mostrar a visão de dez países sobre  a virada do milênio.

Baseado no livro "Cidade Partida", de Zuenir Ventura,  o filme conta a história de um encontro pouco provável.  Ele é presidiário, solto pela polícia para matar um delator; ela, uma dona de casa classe média infeliz por ter sido abandonada pelo companheiro. É noite da virada do ano, começa o espetáculo dos fogos de artifício em pleno Rio de Janeiro.  Sem rumo, ambos acabam se encontram no terraço de um prédio. O par é interpretado por Luiz Carlos Vasconcellos e Fernanda Torres. O elenco tem ainda o ótimo Matheus Nachtergaele. "O Primeiro Dia" recebeu vários prêmios de melhor filme, melhor ator e atriz.

------------------------------------------------

BEIJO DE CINEMA

"Harry e Sally- Feitos um para o outro" ( 1989) prova que comédia romântica pode ser inteligente e engraçada (mesmo!). Na última década tem sido difícil encontrar algum filme no gênero que não seja tolinho e sem graça. O filme dirigido por Rob Reiner juntou uma dupla de muito carisma, Meg Ryan e Billy Cristal, o que só ajuda a gente a se encantar com o casal. A cena mais famosa é a da simulação de orgasmo que Meg/Sally faz num restaurante, para provar a Billy/Harry que é possível. O fecho é a senhorazinha do lado dizendo ao garçom que quer " a mesma coisa que aquela moça comeu"!

Mas nosso assunto aqui é beijo . E beijo de Ano Novo ! É na sequência final que Harry e Sally esperam, separadamente, pela virada do ano. Durante a contagem regressiva ele começa a procurar por ela e acaba fazendo uma das declarações de amor mais fofas do Cinema. Daí, é beijo na certa!



------------------------------------------------

HASTA LA VISTA, BABY!

As melhores frases do Cinema

É de "A Felicidade Não se compra" - que abre nosso Especial Natal - que vêm as frases da semana:

"Estranho como a vida de um homem toca tantas outras. Se alguém não existe, deixa um buraco horrível."

"Lembre-se, George: nenhum homem é um fracasso quando tem amigos."

"Você vê George, você realmente teve uma vida maravilhosa. Você não percebe o erro que seria simplesmente jogá-la fora?"

"Você quer a lua? Eu te darei a lua! Eu vou laçá-la e dar para você."

------------------------------------------------

Fala, cineseréfilo

De: Juliana Bergmann – algumas sugestões

Achei que pudesse ser interessante se vc fizesse uma retrospectiva de fim de ano (melhores e piores filmes e séries), o que acha? 

Juliana, vou deixar as listas para os especialistas. Mas, em 2017 gostei especialmente de "O Filme da Minha Vida", do Selton Mello e "Com amor, Vincent", uma animação espetacular sobre Van Gogh. Das novas séries, acho que "Harlots" e " Deuce" foram as minhas favoritas. Minisséries: "Feud-Bette e Joan" e "Big Little Lies".

Bom, como vc tem seu espaço para beijos na coluna, achei que poderia ser interessante fazer também um para danças. O que acha? Se sim, tenho uma sugestão: filme Frances Ha, no qual ela sai dançando e rodopiando pela rua, acho o máximo! 

Anotado aqui. Foquei apenas no tango, mas tem muitas cenas de dança de outros ritmos que adoro. " Fama" ( o original), por exemplo, é bárbaro.

Vc podia tb fazer uma coluna voltada para cinema e séries brasileiras (não lembro de uma assim, só se deixei passar). Tem uma série que tá passando agora no Multishow, se chama "Eu, ela e um milhão de seguidores". Parece ser legal!

Boa sugestão. Falei sobre a ótima " Magnífica 70" que aborda os tempos da censura, a Boca do Lixo...mas há outras boas séries brasileiras.Estamos melhorando nesse tipo de produção.

Seria interessante se recomendasse uns filmes natalinos tb (tanto para adultos como para criancas) para entrar no clima de Natal! Eu recomendo aquele do Capra que esqueci o nome....a felicidade não se compra! 

Juliana, nesta edição estão alguns filmes natalinos. Espero que gostes. É uma forma de agradecer tua colaboração sempre muito bem-vinda. Bom ano-novo e bons filmes pra ti, pra nós, pra todo mundo!

***

De: Dedé Ribeiro

Relembrei vários filmes que já tinha visto e esqueci faz tempo! Obrigada Brígida e jornalistas que deram seu pitaco de ouro! Uma pergunta, onde se pode ver essa série da BBC? É no canal próprio ou está em algum serviço de streaming?

Dedé, vi "The Hour" no Now/Net. Talvez ainda esteja disponível. Caso contrário, dá para baixar da internet. Vale à pena.

------------------------------------------------

Mens@gem para Você

Aqui vai um recado especial para leitores, internautas, cinéfilos, seriéfilos - ou como prefiram ser chamados – que leram os meus escritos nessas 19 edições de Cine & Séries. Eu não sabia quantos vocês eram, mas no fechamento dos índices do ano , constatamos que são , em média, 3.665 leitores/coluna. Uau ! Hurru ! Fico super contente de saber que tantas pessoas têm interesse naquilo que tanto amo: o Cinema.

Estar dentro do Portal Making Of, que acaba de ultrapassar os 5,5mi de acessos, foi um verdadeiro presente. O que espero para 2018 ? Melhorar a coluna, descobrir o que vocês mais gostam de ler, receber mensagens sugerindo, reclamando, elogiando...Pode ser?

Recebi incentivo de amigos queridos, colegas jornalistas, conhecidos e desconhecidos nesse projeto. Postei ótimos artigos de colaboradores, o que me dá muita satisfação: mais vozes deixa o debate mais rico. Escrevam mais em 2018!

No mais, espero que grandes séries cheguem ao Brasil , que os canais fechados respeitem mais os telespectadores e nos poupem de repetições ad eternum e de intervalos intermináveis com as mesmas chamadas de sempre, que o Pedro Almodóvar dirija mais e mais filmes e que parem de morrer os meus queridos das telas, pois 2017 foi cruel nesse sentido.

Obrigada a todos. Agradecimento especial a Jacqueline, do Portal, que posta a coluna toda a semana.

Um beijo, um abraço, um aperto de mão ( hum, ainda não filmaram essa peça do Naum Alves de Souza ? Será que rende pauta?).

Boas festas!

Brígida De Poli 

Cinéfila e jornalista

------------------------------------------------



Receba Novidades da
Making Of por email! Cadastrar email